domingo, 17 de janeiro de 2016

DEFICIENTES X RIOCARD

Esse é o Sr José Gonçalves, de 66 anos, aposentado por invalidez por ser 100% cego de uma vista e por ter somente 20% da visão na outra.
Essa semana, o sr José foi até o Posto do RioCard na Nilo Peçanha no centro (conforme agendamento), para fazer o suposto cadastramento da biometria como todos os idosos e deficientes vem sendo convocados.
Quando chegou lá, Sr José aguardou por horas e horas, junto com outros idosos, deficientes físicos, mentais e visuais. Em determinado momento, uma pessoa do Riocard recolheu todos os cartões, mesmo os que ainda estão dentro da validade.
Depois do registro da biometria, os atendentes do posto devolveram um cartão com validade de dois meses, e informaram que dentro desse período, o usuário tem que ir em um posto de saúde para comprovar sua deficiência, para então trocar o cartão.
Como assim gente?? Olha o transtorno que está causando para esse pessoal!
Quem vai conseguir comprovar deficiência em consulta de posto de saúde?? Que posto tem capacidade de comprovar que uma determinada pessoa tem cegueira ou qualquer deficiência?
As pessoas que se sentirem lesadas com essa situação, podem registrar uma ocorrência no ministério público de três formas:
* Dirigindo-se à Av. Marechal Câmara, 370 – Centro OU
* Ligando para o número 127 de um telefone fixo OU
* Preenchendo o formulário no site do próprio Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro - MPRJ no link:
http://www.mprj.mp.br/cidadao/ouvidoria/faca-sua-comunicacao-aqui
Agradecimento Foto e sugestão de matéria: Marcela Quirino, moradora daqui da Cdd e filha do Sr José.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradecemos a sua mensagem!
Em breve lhes daremos retorno.